Família

6 Problemas emocionais que as mães solteiras enfrentam

Ser mãe é a tarefa mais difícil e responsável do planeta.

Mas ser uma mãe solteira fazendo o trabalho de duas pessoas sozinha é o ato de um verdadeiro herói.

E é especialmente difícil no início se você ainda não está totalmente ciente de todas as suas forças e de tudo o que pode alcançar.

Você teme se conseguirá criar essa pequena pessoa sozinho.

Mas, em algum momento, você verá que o amor de uma mãe por um filho pode mover montanhas.

Você vê que é determinado e poderoso e que nada nem ninguém pode atrapalhar o seu caminho quando se trata da felicidade de seu filho.

Se você foi criado ou é filho de uma mãe solteira, sabe exatamente do que estou falando.

Estou aqui apenas para lhe dizer para não desistir caso se sinta cansado ou oprimido, porque quase todas as mães solteiras têm problemas emocionais semelhantes, e aqui estão 6 delas.

1. Finanças e carreiras

Todo pai amoroso e atencioso deseja fazer o melhor para sustentar sua família. E as mães solteiras não são exceção.

A grande diferença aqui é que se você é uma mãe solteira sem ajuda financeira da outra parte, você é a única provedora para a família.

Claro, você quer dar ao seu filho o máximo possível.

Mas, ao mesmo tempo, você está sempre dividido entre trabalhar horas extras e o medo de perder grande parte da infância de seu filho porque busca sua carreira para dar a ele um futuro melhor.

2. Responsabilidade

Um dos problemas que literalmente toda mãe solteira enfrenta é o fato de que toda a responsabilidade de criar os filhos recai sobre ela.

Você é o único responsável por criar outra pessoa e não há ninguém para compartilhar esse fardo com você.

Você não tem ninguém em quem confiar.

Sim, você pode ouvir conselhos de pessoas que estão perto de você, mas no final do dia você é quem toma todas as decisões.

Você tem que ser o policial bom e o mau, um pai e amigo estrito, a mãe e o pai.

3. Sentimentos de culpa

Quando você termina um relacionamento sem filhos, tudo o que tem a fazer é lidar com a sua falta de amor.

Mas o que acontece quando você tem que curar o coração partido de seu filho e explicar a eles que o pai deles não quer fazer parte da vida deles e que ele não é responsável por isso?

Foi você quem terminou as coisas com o pai do seu filho?

Você sabia que era o melhor que podia fazer por seu filho e que ele não merecia ser criado em uma atmosfera tão tóxica.

Mas, mesmo assim, às vezes você não consegue deixar de se perguntar – você fez a escolha certa? Você deveria ter se esforçado mais para ser um pai responsável?

Você impediu que seu filho tivesse um pai em sua vida? Ele entende que você fez algo que precisava ser feito ou o culpa por ter saído?

Quando você se fizer essas perguntas, lembre-se de que é melhor assim.

É melhor para seu filho ter um relacionamento saudável com um dos pais do que crescer em uma família disfuncional.

4. Vida social

Ser mãe solteira é estressante e raramente deixa tempo ou energia para qualquer outra coisa na vida.

Mas isso não significa que você deixou de existir como uma pessoa que não é apenas uma mãe. Isso não significa que você não queira bater um papo e ter amigos.

Deixe-me apenas dizer uma coisa – não há nada de errado com isso. Você nunca deve se sentir culpado por fazer uma pausa de vez em quando.

Eu sei que você é uma mãe em tempo integral, mas você será mais feliz se se soltar um pouco e seu filho terá uma mãe mais feliz.

5. Amar a vida

Assim como você não deixou de existir como pessoa desde que se tornou mãe, você também ainda é uma mulher com suas necessidades emocionais e sexuais.

Às vezes você se sente solitário e só quer que alguém segure sua mão e diga que tudo vai ficar bem. Você precisa de intimidade e afeto, e isso é natural.

Mas, por outro lado, você sabe que é preciso um homem forte para conquistar seu coração e está preocupada em como seus relacionamentos românticos podem afetar seu filho.

Será que vai parecer emocionalmente negligenciado? Seu parceiro em potencial se dará bem com seu filho?

6. Incerteza

Quando você é uma mãe solteira, há momentos em que se sente orgulhosa de si mesma por ter feito tudo sozinha.

E então há momentos em que você não sente o suficiente e se pergunta se deveria ter feito algo diferente.

Seu filho sente falta de ter outro pai?

Você deve ganhar mais dinheiro?

Você está passando bastante tempo com ele?

Você é um bom exemplo

Ou você é realmente um pai tóxico, sem nem mesmo perceber?

Há momentos em que todas as suas inseguranças e medos vêm à tona. Momentos em que você só precisa que alguém diga que você está fazendo as coisas certas.

E é por isso que estou aqui para lhe dar a segurança de que você precisa para dizer a si mesmo que você é incrível e que se diverte muito com essa coisa de ser pai.

Acredite em mim, você é mais do que bom o suficiente e está fazendo um ótimo trabalho só porque está dando o melhor de si.

Você também pode gostar...