Família

8 Passos para se tornar uma esposa submissa

Quando você diz as palavras esposa submissa, isso evoca a associação de ser fraca, dependente, indecisa e possivelmente infeliz.

Mas a verdade é que o significado de uma mulher submissa é completamente distorcido e não tem nada a ver com ser fraca ou dependente.

Em vez disso, trata-se de ser forte o suficiente para superar quaisquer desafios no casamento e levá-lo a outro nível.

E é preciso uma mulher forte para estar no controle e se adaptar à situação ou ser capaz de aceitá-la.

Os benefícios de uma esposa submissa:

O casamento com uma esposa submissa é único. Baseia-se em valores tradicionais que são mais do que bem-vindos no mundo moderno de hoje, onde os valores reais estão sendo substituídos por outros artificiais.

Ser submissa significa ser a amante apaixonada de seu marido, seu maior apoio e ajudante altruísta.

Todos nós sabemos como as mulheres eram ditas no passado que seu lugar era na cozinha enquanto os homens eram os caçadores.

As mulheres eram obrigadas a cuidar dos filhos, cozinhar, limpar e fazer todas as outras tarefas e tarefas relacionadas com a casa, seus maridos e filhos.

Esquecemos que ser mãe é o trabalho mais difícil do mundo.

Só uma grande mulher pode estar no controle.

Sim, apenas uma mulher corajosa e forte pode ser esposa, mãe, conselheira, enfermeira e todas as outras coisas necessárias para um casamento estável.

Não há nada de errado em uma mulher ter o emprego mais difícil do mundo como dona de casa.

Pelo contrário, no mundo de hoje isso se tornou uma OBRIGAÇÃO se você deseja que seu casamento seja bem-sucedido e funcione adequadamente.

Mas se você não tem o privilégio de ser dona de casa, existem outras maneiras de apoiar seu marido e nutrir o casamento (que mencionaremos mais tarde).

Por ser submissa, você trará harmonia ao casamento e a seu marido, e seus filhos serão os filhos e filhas mais felizes do mundo inteiro.

Seu marido vai tratá-la como sua rainha.

Outro benefício de se tornar uma mulher submissa é que seu homem a tratará como sua rainha.

Quando ele vir que você se entregou ao casamento e aos filhos, ele o tratará com o maior respeito.

Seu homem apreciará seus esforços e dedicação e nunca perderá a oportunidade de reconhecê-lo.

Ele sempre encontrará novas maneiras de surpreender você e fazer você se sentir a única mulher no mundo. Porque para ele – é você.

Ele a considerará sua deusa e maior apoio quando estiver se sentindo mal. Ele não só vai dizer que te ama, ele vai provar isso com suas ações também.

É realmente difícil alcançar essa harmonia perfeita no casamento e, portanto, tornar-se uma esposa submissa será a melhor decisão.

Aqui estão 8 etapas que ajudarão você a se submeter ao seu marido e se tornar o anjo da guarda da família:

1. Ela se certifica de que tudo está sob controle em sua casa

O objetivo de uma esposa submissa é criar um oásis que seja o lugar mais confortável para ela e sua família.

Você conhece a sensação de segurança ao entrar na casa de alguém? Esse sentimento é o esforço e a energia positiva de alguém que preenche toda a casa.

Fazer compras, fazer o almoço, limpar a casa, preparar lanches para o marido e os filhos são tarefas lindas e desafiadoras ao mesmo tempo, e é preciso uma mulher forte para tomar decisões pela família.

Ao cuidar da alimentação e de todas as tarefas domésticas, ela melhora a qualidade de vida.

Por causa dela, seus filhos ou marido são felizes hoje, porque eles são abençoados por tê-la.

Você tem que entender que cada tarefa desempenha um papel enorme em sua vida juntos. E ter seu homem trabalhando não o torna menos dominante.

Pelo contrário, seu trabalho em casa é mais exigente do que qualquer outro trabalho. Para estar no controle, você precisa ser organizado e adaptável; você tem que ser capaz de improvisar, etc.

2. Sexo é uma coisa mútua

Quando se trata de intimidade sexual, muitas pessoas pensam que as esposas submissas farão tudo o que seu parceiro lhes pedir.

Não. Uma mulher submissa simplesmente sabe como se divertir em alegrias e compartilhar o amor com o marido.

Ela confia muito nele e isso a ajuda a vivenciar a intimidade com mais intensidade.

Sexo não é apenas mais uma tarefa, como é o caso de alguns casamentos modernos.

Uma mulher submissa confia na afeição de seu marido, o que a ajudará a entender melhor o quadro geral.

Ela não rejeita imediatamente os desejos do marido porque deseja tentar compreendê-los e agir de acordo com eles.

Mas isso não significa que ela aceitará tudo o que ele sugere.

Não. A esposa submissa está aberta a novas experiências porque sabe que o compromisso e a aceitação fortalecerão seu vínculo.

Ela se submete ao marido porque é confiante e sabe o verdadeiro valor da intimidade.

3. Ela apóia o marido

A esposa submissa apóia o marido porque é forte o suficiente para animá-lo quando ele mais precisa e mostrar a ele quando ele está errado.

Você nunca deve julgar seu marido, não importa o que ele faça, porque isso criará uma grande brecha em seu casamento que será difícil de consertar.

No entanto, você não precisa apoiá-lo se achar que ele está errado.

Mas você também não precisa gritar com ele. Uma esposa submissa sabe quando falar e quando ficar em silêncio.

Quando algo irrelevante acontece, não há necessidade de gritar e destruir tudo que você construiu até agora.

A melhor decisão é deixar pra lá, porque gritar não pode melhorar nada.

Mas, se você sentir que ele está fazendo algo errado, sempre deve avisá-lo.

A esposa submissa apóia o marido quando ele faz a coisa certa, mas ela também o redireciona quando ele começa a tomar a direção errada.

4. Ela acredita em um estilo de vida saudável

Uma esposa submissa sabe o que é melhor para sua família.

Ela sabe que o estilo de vida moderno afeta muito a qualidade do tempo com o marido.

É por isso que ela não quer escrever para ninguém ou ficar o tempo todo nas redes sociais.

Ela valoriza seu tempo livre com o marido e quer passá-lo da melhor maneira possível.

Uma esposa submissa planejará viagens regulares pela natureza e longas caminhadas para melhorar sua saúde e recuperar forças para os desafios que virão.

Uma mulher submissa não deixa ninguém reclamar do quão infeliz eles são, porque ela sempre pode encontrar uma maneira de alegrar os outros junto com ela mesma. E essa é a beleza dela.

Ela sempre dará 100% para encontrar uma solução e ajudá-lo a superar seus maiores medos e problemas.

5. Uma mulher submissa sutilmente estabelece limites

Repito, ser submisso não significa fazer tudo o que mandam. Não.

Uma mulher submissa estabelece seus próprios limites, e a principal diferença é que, com esses limites, ela está tentando não se proteger, mas sim proteger a si mesma e ao marido.

Se seu marido insistir em algo, mas ela achar que está errado, ela explicará por que pensa assim e o ajudará a entender o que ela pensa.

Dessa forma, ela estabelece limites, porque não o deixa impor suas crenças sobre ela.

Ele sempre saberá seus limites e opiniões sobre algo e os respeitará.

Uma mulher submissa sabe que a frieza e a contenção não provam nada. Ela sabe que se você agir como uma criança, ninguém o levará a sério.

É por isso que ela sempre aproveita a oportunidade para expressar sua opinião sobre algo sem ser intrusiva. É assim que ela se protege e mantém seu casamento feliz.

6. Ela está cercada por pessoas positivas

Uma mulher submissa sabe que os amigos desempenham um papel importante em seu casamento.

Estar rodeada de pessoas positivas irá beneficiar ela e seu marido também.

Ela não permitirá que comportamentos tóxicos entrem em sua casa por cuidar de si mesma e de seu marido.

Quando ela se sentir deprimida, ela ligará para sua melhor amiga para que ela possa ajudar a resolver o problema e se sentir melhor.

Ou ela vai esperar até que ela possa falar com o marido e explicar calmamente a ele o que a está incomodando.

E se ela tiver que chorar na frente de seu marido, ela o fará, porque ela sabe que as lágrimas são os melhores purificadores naturais para sua alma.

Ela nunca vai gritar e transferir energia negativa para o marido.

Positividade e felicidade são suas principais prioridades e ela sempre terá o cuidado de não esquecê-las.

Ela evita situações estressantes, está sempre cercada de pessoas positivas e expressa emoções de forma saudável.

7. Uma mulher submissa sempre dá ao marido algum espaço

Ela sempre se certificará de dar algum espaço ao marido, pois entende que todos precisam de um tempo para se recarregar.

É por isso que ela nunca culpará o marido se ele decidir passar a noite de um homem com seus amigos.

Ela entende sua necessidade de beber cerveja, comer batatinhas e conversar com seus filhos sobre coisas de homem, e ela nunca tentará mudar isso.

Uma esposa submissa não se sente menos digna quando o marido decide passar a noite com os amigos em vez de com ela. Em vez disso, ela sabe que essa é a única maneira de garantir um casamento saudável.

Ela sabe que dar um pouco de espaço ao marido é o melhor sinal de amor e afeição por ele. E ele fará o possível para mostrar o quanto a aprecia por isso.

8. Ela deixa o marido liderar o caminho, mas é ela quem redireciona, se necessário

Uma esposa submissa sempre deixará o marido mostrar o caminho ou escolher algo porque isso torna menos estressante.

Quando duas pessoas são extremamente teimosas, mesmo a coisa mais trivial se torna impossível de resolver.

Uma esposa submissa sabe que, ao deixar o marido tomar decisões e liderar o caminho, ela reduz a chance de conflito constante.

Ela sabe que a qualidade de seu casamento depende apenas deles e que devem encontrar uma maneira de fazer com que funcione.

Isso não significa que ela ficará em silêncio se perceber que as coisas estão indo na direção errada. Não.

Ela pode deixar o marido liderar o caminho, mas sempre o redirecionará, se necessário. E essa é a beleza do casamento e do amor verdadeiro.

Você também pode gostar...